Buscar
  • Gilberto Marçal

Semulsp realiza grande ação de limpeza no Cemitério Aparecida neste sábado, 12/2



Para manter a limpeza e garantir o conforto e segurança dos munícipes que visitam seus entes queridos no Cemitério Nossa Senhora Aparecida, no bairro Tarumã, zona Oeste de Manaus, neste sábado, 12/2, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), realizou grande ação de limpeza no local.



A última roçada foi feita em janeiro, porém com as precipitações de chuvas no início do ano, o mato já estava alto.



De acordo com o subsecretário de Operações da Semulsp, José Rebouças, o objetivo é deixar o cemitério sempre limpo e conservado, para que a população possa visitar e se despedir de seus entes queridos com segurança.



“Estamos realizando limpeza em todas as quadras para deixar todo este local limpo e agradável para as pessoas visitarem seus entes queridos. Essa é a determinação do prefeito David Almeida e secretário Sabá Reis”, destaca.



Semulsp presente em outros cemitérios


A Prefeitura segue presente em outros cemitérios da capital. As obras dos campos-santos de Manaus, rurais e urbanos, estão 50% concluídas. As reformas dos dez espaços públicos são gerenciadas pela Prefeitura de Manaus.


Os cemitérios receberam ordens de serviço para as devidas reformas no início de janeiro, assinadas pelo secretário Sabá Reis. Os locais recebem melhorias nos prédios administrativos, capelas, muros e fachadas.


Os dez cemitérios que passam por reforma são: Nossa Senhora Aparecida, bairro Ponta Negra, zona Oeste; São João Batista, bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul; São Francisco, no Morro da Liberdade, zona Sul; Santa Helena, bairro São Raimundo, zona Oeste; Santo Alberto, na Colônia Antônia Aleixo, zona Leste; Nossa Senhora da Piedade, bairro Tarumã, zona Oeste; Nossa Senhora da Conceição das Lages, localizado às margens do rio Negro; Santa Joana do Puraquequara, às margens do lago do Puraquequara; São José do Jatuarana e Nossa Senhora do Carmo, ambos às margens do rio Amazonas. Os quatro últimos se encontram na área rural, e, no dia 7/1, o secretário Sabá Reis visitou os locais, onde pôde conhecer a realidade de cada um.


Texto: Rebeca Mota/ Semulsp

Fotos: Valdo Leão/ Semulsp


5 visualizações0 comentário