Buscar
  • Gilberto Marçal

Saúde da Mulher: Cuidados que passam de mãe para filha



O mês de março marca um período de atenção especial à saúde da mulher, sendo dedicado à campanha de prevenção e combate ao câncer do colo do útero, o mais frequente na região Norte. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), a projeção para Manaus é de 580 casos novos, até o final de 2022.


O câncer do colo do útero é causado pela infecção persistente de alguns tipos oncogênicos do Papilomavírus Humano – HPV. A infecção genital por esse vírus é frequente e, na maioria das vezes, não causa a doença. As alterações celulares que evoluem para o câncer podem ser descobertas facilmente, no exame preventivo (conhecido também como Papanicolau) e são curáveis na maioria dos casos. Por isso, é tão importante a realização periódica deste exame, um cuidado necessário que deve ser incentivado entre as mulheres e passado de mãe para filha.


Apenas em 2021, mais de 180 mulheres morreram em decorrência do câncer do colo do útero em Manaus. No ano anterior, foram 200 mortes. Com o intuito de evitar estes números e garantir cada vez mais apoio às mulheres, a prefeitura vem intensificando a oferta de consultas, exames e outros serviços, em suas unidades de saúde, com amplo acompanhamento.


Neste mês, com a mobilização do “Março Lilás”, o foco é incentivar a busca por uma Unidade Básica de Saúde (UBS) e a realização do exame preventivo, atraindo mulheres principalmente dos 25 aos 64 anos. Também estão no foco homens trans (pessoas do sexo feminino que se identificam com o gênero masculino). A ideia é garantir a identificação precoce de lesões relacionadas ao câncer do colo do útero e o tratamento oportuno, aumentando as chances de cura.

 

Além das UBS mobilizadas para atrair e conscientizar este público, com orientações sobre medidas de prevenção e tratamento, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) também terá ações em parceria com pastas de amplo público, como a da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc) e a de Educação (Semed), com esta última, inclusive, com escopo de ampliar a vacinação contra o HPV de meninas de 9 a 14 anos e de meninos de 11 a 14 anos.


O mês é de prevenção. Seja você mãe ou filha. Faça o preventivo. Procure a UBS mais próxima em: semsa.manaus.am.gov.br.


#ElasSeCuidam


3 visualizações0 comentário