Buscar
  • Gilberto Marçal

Garis prestam suas últimas homenagens ao ‘irmão de farda’ Domingos Santana



O velório e o sepultamento do colaborador da Mamute Conservação e Construção, empresa terceirizada que realiza serviços de limpeza em Manaus, Domingos Santana da Silva, 36 anos, ocorreu nesta quarta-feira, 22/12, sob forte comoção, no cemitério Nossa Senhora Aparecida, no bairro do Tarumã, zona Oeste de Manaus. Garis participaram do cortejo fúnebre e prestaram suas últimas homenagens juntamente com o prefeito de Manaus, David Almeida, o Secretário Sabá Reis e o presidente da Câmara Municipal de Manaus, David Reis.



O gari que fazia parte da equipe da varrição do município, faleceu na última segunda-feira, 20/12, após um acidente de trânsito enquanto trabalhava. Domingos tinha seis anos de prestação de serviços na Mamute, não tinha filhos, mas deixou uma esposa.



O secretário Sabá Reis, se solidarizou com a família de Domingos e ressaltou sua trajetória de vida. “Manaus perde um grande exemplo”, declarou. E atendendo ao pedido do prefeito de Manaus e respeitando o luto da classe, Sabá liberou os garis para irem para as suas residências.



O corpo de Domingos foi velado próximo à casa da família, na rua Buritizal, 19, Colônia Terra Nova e seguiu para o cemitério Nossa Senhora Aparecida, zona Oeste de Manaus. No local, o corpo foi recepcionado com pelos garis de Manaus no cemitério. No caixão, Domingos estava vestido com sua farda que honrou por muito tempo com seu trabalho, com a roupa de gari.

2 visualizações0 comentário