Buscar
  • Gilberto Marçal

Fiscalização de domingo fecha festa de adolescentes no Novo Aleixo, com 2 mil pessoas

Jovens se expõem ao perigo letal da covid-19, com aglomeração em festa clandestina em Manaus




Neste final de semana, a Central Integrada de Fiscalização (CIF) autuou 15 estabelecimentos em diferentes bairros de Manaus e encerrou duas festas clandestinas. Uma prisão foi efetuada pelas equipes. A ação é coordenada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) e apura o descumprimento do decreto governamental com medidas para prevenção e combate ao novo coronavírus.


No domingo (22/11), após denúncias, a Central Integrada encerrou uma festa ilegal que ocorria na avenida Nathan Xavier, bairro Novo Aleixo, zona norte de Manaus. Tropas especializadas da Polícia Militar foram deslocadas para o bairro para dar suporte às equipes. Cerca de 2 mil pessoas estavam no local, sendo a maioria adolescente.


Flutuantes – As equipes da CIF também realizaram visitas aos flutuantes da capital, na tarde de sábado e domingo. Ao todo, 16 locais foram visitados, a maioria estava fechado. Apenas um flutuante foi autuado por descumprimento de decreto governamental.


O evento “Escondidin”, que estava ocorrendo em uma chácara no bairro Tarumã, zona oeste, também foi fechado durante as vistorias no sábado (21/11). No local, havia aproximadamente 500 pessoas.


Participam da CIF integrantes da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Defesa Civil, Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM), Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), Vigilância Sanitária Municipal (Visa Manaus) e Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (Immu).


1 visualização0 comentário