Buscar
  • Gilberto Marçal

Enchente dos Rios Negro e Solimões chega a 30 metros sem dar sinais de parar.



A marca de trinta metros já entrou para a história das cheias no Amazonas. Desde que começou a subir, em meados de março, o nível das águas já causou muito estrago por onde passou.


No Amazonas, a cidade ribeirinha de Anamã, a cem km de Manaus, ficou completamente sob as águas. No entanto municípios próximos a capital do estado, Manaus, também sofreram as consequências da enchente de forma severa, exemplo do Castanho, Iranduba e o Distrito do Cacau Pirêra, onde escolas, unidades básicas de saúde e o comércio praticamente fecharam.


A Defesa Civil do Amazonas, vai precisar redobrar os esforços para atender a população atingida pela maior enchente no Amazonas até aqui.

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo